A europa com 31 Euros

Diogo Bhovan, português, 19 anos, tinha um sonho: viajar pelo mundo todo. Como não tinha dinheiro pra isso, decidiu ficar na Europa. E quando viu que não teria dinheiro nem para viajar pelo seu continente… levou um euro pra cada dia e partiu pra aventura.

Os pais, primeiro, o chamaram de louco. E foi preciso perceberem que o garoto estava mesmo decidido pra apoiar o projeto. No bolso, Diogo levou 31 euros pra passar por oito países europeus em um mês, o de agosto. 31 dias, um euro por dia (cerca de 3 reais). Por isso chamou ao projeto de “Vou Ali e Já Venho”.

Diogo fez de tudo pra conseguir hospedagem, comida e transporte – dormiu em caminhões, pediu carona, trabalhou em um festival e até chegou a pedir esmola pra comer um hambúrguer. Ganhou coragem e falou com o máximo de pessoas que conseguiu. Muitas disseram que não aos seus pedidos, outras nem responderam, mas também houve várias que se mostraram solidárias.

DiogoBhovan1 VouAli2 VouAli3 VouAli4 VouAli5 VouAli6 VouAli7 VouAli8 VouAli9 VouAli10 VouAli11 VouAli12 VouAli13

VouAli14

Diogo passou por Espanha, França, Itália, Alemanha, Bélgica, Luxemburgo, República Tcheca e Áustria, antes de regressar a Portugal..

Imprimindo as próprias roupas

Imprimir as próprias roupas parece  ser uma coisa de outro mundo não é, algo completamente impossível não é? Bom, em futuro não muito distante, será possivel sim.

Imagine se você tivesse uma destas impressoras em casa? Ao invés de ter que ir à loja ou mesmo comprar online e esperar o pacote, você poderia comprar cartuchos de lojas, colocar dentro da impressora e imprimir a última coleção. Ou melhor, utilizar as roupas velhas como material pra a impressão da roupa nova.

Joshua Harris,  um designer industrial, viu que nós desperdiçamos muito quando se trata de produção de roupas. Não só a perda e descarte dos materiais durante todo o processo e ciclo, mas também as roupas velhas, máquinas de lavar e secadoras ocupam muito o espaço físico.

Pensando no crescimento das cidades até 2050, Harris criou o projeto da impressora que não beneficiará somente o consumidor final, mas também toda a indústria do vestuário. Os estilistas poderão vender cartuchos com suas estampas e materiais e pela internet, disponibilizar o design/molde para ser impresso. As lojas podem criar cartuchos com seus últimos lançamentos.

5 5_1 5_3 7 122.

Um carro voador

Todos sabíamos que um dia isso iria se popularizar: com a tecnologia avançando e os carros evoluindo cada vez mais, só faltava mesmo um que voasse. Vários protótipos estão trabalhando nisso e um em particular conseguiu fazer seu primeiro voo.

Uma máquina que consegue simplesmente sair da sua vaga de estacionamento, fazer saltar um par de asas e lançar-se nos ares parece coisa de filme. Stefan Klein tem trabalhado nisso nos últimos 20 anos e o teste que você vai ver no vídeo abaixo é uma prova de que seus esforços estão indo na direção certa.

O Aeromobil 2.5 tem algumas especificações importantes e não parece ter grandes problemas em levantar voo. Ele mantém as asas dobradas na parte de trás (sim, porque pode haver quem queira usá-lo na estrada), que na hora de voar são posicionadas tal como em um avião de pequeno porte comum. Nos céus, o veículo percorre no máximo 700 km’s, curiosamente mais 200 do que consegue fazer em terra.

O Aeromobil 2.5 tem uma estrutura feita em formato de treliças que diminui o seu peso para 450 quilos, o que já lhe valeu o apelido de “ultralight”. Esta é a terceira versão do projeto de Klein, que está empenhado em criar carros voadores que possam ir pra o mercado. Por enquanto, este é apenas um protótipo, mas os passos são de gigante. Veja só:

 

AeromobilFlyingCar0

AeromobilFlyingCar1

AeromobilFlyingCar2

AeromobilFlyingCar3

AeromobilFlyingCar4

AeromobilFlyingCar5

AeromobilFlyingCar6

(via hypeness).

Condomínio de Pássaros em Londres

Passear pelas ruas de Londres se tornou muito mais agradável com o Condomínio de pássaros instalados no altos das árvores da cidade. A idéia faz parte de um projeto idealizado pela dupla  dupla London Fieldworks, dos ingleses Bruce Gilchrist e Jo Joelson, criou o projeto Spontaneous City – uma verdadeira cidade para pássaros.

O trabalho é uma analogia entre nosso estilo de vida aglomerado nas cidades, mas aplicado aos pássaros. Além disso, alerta de forma criativa para a falta de espaços verdes onde estes animais possam habitar.

 

SpontaneousBirdCity_destaque SpontaneousBirdCity1 SpontaneousBirdCity2 SpontaneousBirdCity3 SpontaneousBirdCity4 SpontaneousBirdCity5 SpontaneousBirdCity6 SpontaneousBirdCity7 SpontaneousBirdCity8 SpontaneousBirdCity9 SpontaneousBirdCity10 SpontaneousBirdCity11.

Beatbox like a boss

O jornal The Guardian diz que este homem “parece que engoliu uma orquestra inteira”. E essa é uma definição que realmente cai muito bem para Tom Thum, o beatboxer que deixou meio mundo de queixo caído numa conferência TED em Sydney, Austrália.

Natural de Brisbane, Austrália, Thum explica que não é fácil viver do beatbox, que consiste basicamente em produzir diversos sons para criar música usando apenas a boca. Na verdade, nesta incrível performance que deixamos no vídeo abaixo, ele tem a ajuda de outras partes do corpo, como o nariz e a garganta, pra produzir melodias inimagináveis.

.